Qual é o papel do homem e o da mulher no relacionamento?

Lá vai eu me meter a escrever sobre um assunto complicado, se ficar longo não me culpem rs tô fazendo de coração, espero que gostem rs 😉

Primeiro acho que temos que deixar claro algumas coisas que orientam meus pensamentos a respeito dos sexos. Apesar de eu concordar com a igualdade de valores entre homem e mulher, igualdade é completamente diferente de ser igual, explico melhor, como diria o filósofo Falcão “homem é homem, menino é menino, macaco é macaco e veado é veado”. Homens e mulheres estão em pé de igualdade em uma relação mas são seres diferentes, pensam diferentes e tem reações diferentes para a mesma situação. Acho que esse vídeo explica melhor:

A submissão da mulher

Minha vó sempre fala para eu não cutucar onça com vara curta mas tem vezes que eu não resisto rs, mas calma meninas antes de achar que vai ser um texto machista respirem fundo contem até 10 e leiam até o final hehe

Acho que quase todos os casamentos que fui, o pastor ou padre tentava dar uma breve palavra sobre o papel de cada um no casamento e falava da tal submissão feminina ao homem, o que sempre causa certo desconforto entre a plateia feminina, chega até ser engraçado, é só começar essa parte e as mulheres começam a se mexer na cadeira como se estivessem sentadas em uma pedra dura. Algumas chegam a soltar o patenteado olhar laser pra cima do pregador, acho que a temperatura ambiente deve aumentar uns 2 graus nessa hora por causa da concentração de raios tentando fulminar o pregador. Creio que isso acontece especialmente por causa da ideia que temos desde pequenos da palavra submissão, ela por si só nós trás uma ideia ruim, associamos à escravidão e sofrimento. Assim ouvir essa palavra causa resistência para ouvir qualquer ideia relacionada a ela.

Justiça seja feita, a outra parte (cuecada de plantão) também interpreta essa parte de forma maldosa, sorrisos (discretos para não escandalizar) brotam e alguns chegam quase a cutucar a esposa com um olhar dizendo: “tá vendo? Anota aí!”. Ouvem “mulher submissa” e já imaginam a esposa fazendo o jantar com uma mão, organizando a bagunça com a outra, levando um cafezinho com a outra, massagem nos pés com a outra .. melhor parar por aqui, já contei 4 mãos nisso, tá ficando bizarro rs. Mas essa imagem de alguém servindo o cara e sempre disponível para tudo cria na mentalidade masculina um devaneio bem distorcido da realidade dessas palavras.

Então, meninos e meninas, vamos tentar deixar claro as coisas e voltar para a realidade, “mulher submissa” não significa de forma alguma uma Amélia!!! Nunca, em hipótese alguma, crie na mente a ideia da gata borralheira que passou o dia todo se matando para fazer as coisas e, pouco antes de ver o príncipe, foi transformada em uma mulher deslumbrante em um passe da mágica que apesar do dia corrido, não está nem se quer com uma dorzinha no pé, nem mesmo um cabelo fora do lugar, isso não é factível, nem real e nem mesmo possível.

A tal da submissão feminina significa apenas ….. preparem-se meninas … tchan tchan tchan … Pelo amor de Deus! Deixem que os homens cuidem de vocês, esse é nosso papel! (já é difícil o bastante então colabore deixando a gente fazer isso rs). Em síntese, a dinâmica do casal tem duas pessoas (dard) e dois papéis distintos, não dá para os dois fazerem a mesma coisa, não funciona!!! Então quando os apóstolos falam da submissão feminina quer dizer que, no relacionamento, cada um tem o seu papel específico, o homem tem a liderança  (Ef 5:22-24) e o líder tem obrigação de cuidar e  não o direito de ser autoritário, só isso! O homem deve cuidar da mulher (Gn 2:15, Ef 5:25), se a mulher resolver se meter na frente e não deixar que isso aconteça cria um conflito e nada funciona.

Mas o que, mesmo, cada um tem que fazer? Qual o papel de cada um?

Não percam os próximos capítulos galera!!!

Que Deus abençoe
Lucas Lainetti

Obrigado!

O homem no buraco

Eleições 2010: Aqui o palhaço pode ser você!

(nota: Sei que esse post tem um assunto mais político do que teológico mas devido a essa semana acho pertinente falar disso, mas se preferir outro assunto não se preocupe, as eleições estão acabando rs e fique a vontade para procurar posts de outros temas pelo nosso menu aí em cima)

Você sabe o que um deputado faz? Não?!?!? Mas não vote em alguém que prometeu te explicar depois, já é uma promessa furada de campanha. Acredite!, pior que ta fica! Depende de você.

Creio que é unanimidade de opinião, as eleições no Brasil viraram uma palhaçada, o horário eleitoral virou um show de candidatos bizarros e virou um costume nosso o chamado “voto protesto”. Começou em 88 quanto o casseta e planeta lançou a candidatura do macaco Tião que ficou em terceiro lugar, mas quando implantaram a urna eletrônica não dava mais pra fazer piadinhas não é mesmo? Resultado: voto protesto passou a ser votar no candidato mais bizarro, o folclórico Enéas foi eleito em 2002 nessa onda do voto protesto, o que o povo não sabia é que com isso ele arrastou quase todos os candidatos do PRONA e muitos deles foram envolvidos em escândalos. Devido ao voto protesto uma corja de safados desconhecidos foram eleitos sem o eleitor nem saber, graças ao quociente eleitoral o voto protesto virou arma política.

O que é quociente eleitoral?

Acho que essa charge animada explica tudo rs

Então tenha em mente o voto protesto não protesta nada, você vota no palhaço mas os políticos riem é da sua cara.

E votar nulo adianta??

Ultimamente, correram vários boatos de que o voto nulo seria capaz de invalidar as eleições. No caso, se mais da metade dos eleitores votassem nulo, deveria acontecer um novo processo eleitoral formado por outros candidatos. A premissa dessa hipótese está no artigo 224 do Código Eleitoral, que diz que “se a nulidade atingir mais da metade dos votos do país nas eleições, (…) o Tribunal marcará dia para nova eleição dentro do prazo de 20 (vinte) a 40 (quarenta) dias”.

Para muitos, esse artigo faz com que o voto nulo se transforme não só em uma arma de protesto, mas também em uma forma de se alterar a configuração do cenário eleitoral. Entretanto, de acordo com uma recente interpretação do TSE, essa nulidade só invalida as eleições quando os votos são anulados por causa de alguma fraude que determine sua desconsideração. Por tanto, se mais de cinquenta por cento dos votos dos cidadãos optam pelo voto nulo, prevalece a escolha daqueles que votaram em algum candidato. Dessa forma, quando um alguém vota nulo, ele acaba abrindo brecha para que um candidato ruim acabe vencendo a eleição com um número menor de votos necessários. Votar nulo reduz a chance de não ter segundo turno e se eleger alguém que você não quer.

Então o que adianta???

Votar no que vai ganhar é irracional. O verdadeiro voto útil é no candidato que defende suas idéias. Dá um pouquinho mais de trabalho mas é nossa única arma para melhorar o cenário político brasileiro. Votar conscientemente!

Por quê você ta votando nesse candidato? Você conhece o histórico político dele? Sua transparência? Se tem ficha limpa?

Ou simplesmente resolveu votar por que alguém indicou? Por que estão fazendo campanha dele na sua igreja? Essa semana vi no horário político a propaganda de um deputado (não me lembro qual) que simplesmente olhava para a câmera com tanta expressão quanto Steven Seagal atuando e tocando ao fundo uma musica gospel e mais nada. Ãhn? ok, o que ele vai fazer? quais as idéias dele? Por que RAIOS eu devo votar nele?

 Igreja não vota, não deveria fazer aliança política, nem apoiar candidato, igreja deveria levar seus membros a se conscientizarem politicamente e saber que o voto é uma arma para fazer com que a sociedade melhore. Chego até mesmo afirmar que votar conscientemente é um dever cristão pois o votar por votar contribui para cada vez mais corrupção.

Você se lembra em quem votou nas ultimas eleições? Acompanhou o trabalho do candidato eleito para ver se ele cumpre seu papel para melhorar a sociedade?

Seu voto é uma arma, use-a direito, fazem por aí a propaganda que seu voto não adianta, isto é uma mentira diabólica, adianta sim se informe  e vote consciente, existem meios para isso visite o site da ONG Voto Consciente [Clique aqui para acessar] por exemplo, lá eles tem muitas informações que podem nos ajudar nessa árdua tarefa que é votar conscientemente.

Aproveite esses próximos dias para pensar em quem vai votar e por que, vote em quem você acredita de verdade, se você não quer que a líder nas pesquisas ganhe é só não votar nela se ela não tiver a mais voto que a soma dos outros candidatos teremos segundo turno, então brigue para que quem você realmente acredita esteja nesse segundo turno.

 

Que Deus abençoe

Lucas Lainetti

A Ponte

%d blogueiros gostam disto: