A importância do amor

Valorize

Certa vez, o dono de um pequeno sítio, amigo do grande poeta Olavo Bilac, abordou-o na rua:

– Sr. Bilac, estou precisando vender o meu sítio, que o senhor tão bem conhece. Será que o senhor poderia redigir o anúncio para o jornal?

Olavo Bilac apanhou o papel e escreveu:

“Vende-se encantadora propriedade, onde cantam os pássaros ao amanhecer no extenso arvoredo, cortada por cristalinas e marejantes águas de um ribeirão. A casa banhada pelo sol nascente, oferece a sombra tranqüila das tardes, na varanda”.

Meses depois, o poeta encontra o homem e pergunta-lhe se havia vendido o sítio.

– Nem pense mais nisso, disse o homem. Quando li o anúncio é que percebi a maravilha que tinha!

Às vezes, não descobrimos as coisas boas que temos conosco e vamos longe atrás da miragem de falsos tesouros. Valorize o que você tem, os amigos que estão perto de você, o emprego que Deus lhe deu, o conhecimento que você adquiriu, a sua saúde, o sorriso do seu filho.

Esses são os verdadeiros tesouros.

Sangue pela Vida

Preciso dividir algo com vocês!

Esse final de semana tivemos mais uma parte da campanha A Vida Vale Mais da IBAB, no sábado dia 04/12 nossa comunidade foi há alguns hospitais aqui em São Paulo para doar sangue.

Quem me conhece sabe que eu simplesmente morro de medo de agulha, o motivo é por que quando eu era pequena (5 anos) eu tive meningite e tive que tirar liquor da coluna (e a agulha é beeem generosa), depois disso, nunca mais consegui tomar vacina, tirar sangue, anestesia e etc sem simplesmente quase morrer!

Mas esse ano eu tomei uma atitude: não poderia deixar que o meu medo pudesse continuar me impedindo de ajudar pessoas! Então decidi: ia me cadastrar no banco de medula e ia doar sangue.

No domingo dia 28/11 foi o cadastro de medula, pra dizer a verdade até que foi simples, por que é como um exame de sangue, eles só tiram um vidrinho (10ml) e acabou! Mas a doação de sangue é mais complicadinha, por que é tirado uma bolsa (cerca de 450 ml) e você tem que ficar um tempo com a agulha no seu braço, pra algumas pessoas isso não é nada, mas pra uma medrosa isso é muita coisa.

Finalmente chegou o grande dia, no dia anterior resolvendo algumas coisas dos jovens fomos dormir super tarde, e eu já tinha dito que não iria no dia seguinte por que precisa descansar bem pra doar, mas o Lucas que me conhece muito bem sabia que eu tava é com medo me acordou e fomos! Gente, fui tremendo!

Chegando no hospital, fiz o cadastro, depois a triagem, ai chegou minha vez de ir lá na sala de doação, pra minha sorte no hospital que fomos as bolsas de sangue não ficam expostas, isso já ajudou RS, aí então veio a enfermeira, quando ela passou o álcool no meu braço meus olhos já encheram de lágrimas… Foi então que uma médica e uma voluntária da IBAB viram como eu estava e começaram a conversar comigo e o tempo voou! Quando vi, já tinha doado! Graças a Deus e ajuda dessas duas queridas! (e ao incentivo do Lucas, por que senão não tinha chegado nem ao hospital RS)

Passado o drama, fui tomar o lanche que eles dão, e vocês acreditam que eu quase desmaiei bem nessa hora? Rs. Tive que ficar um tempo deitada até a pressão subir de novo.

Mas por que eu estou contando tudo isso no maior estilo “Querido Diário”? É que através dessa minha história eu fiquei pensando que muitas vezes por conta dos nossos medos, incertezas e etc impedimos que o Reino de Deus possa chegar as pessoas, pois como é dito na música da Campanha desse ano na voz do Leonardo Gonçalves, quem salva uma vida salvou o mundo! E o “salvar uma vida” pode ser um sorriso, uma palavra, uma doação de sangue, um cadastro no banco de doadores de medula, dentre outras mil coisas, o importante é estarmos compelidos a servir a Deus com todas as nossas atitudes.

Quantas vezes por vergonha não deixamos de chegar numa pessoa chorando? Podemos levar uma patada? Podemos! Mas também podemos através da nossa atitude mostrar a essa pessoa que nem tudo está perdido.

Quantas vezes por preguiça deixamos de servir numa comunidade carente?

Quantas vezes por um rancor (que às vezes nem lembramos da onde veio) deixamos de sinalizar o Reino na vida de alguém?

Quantas vezes por medo (da humilhação, da vergonha) deixamos de falar de Jesus ou deixamos de tomar a atitude ética em uma situação?

Nesses dias que passaram venci um dos meus medos, que foi doar sangue e me cadastrar para doar medula! Qual situação você está precisando vencer?

Que Deus abençoe

Com carinho

Júlia

Assuma a responsabilidade!

Um dias desses estava no culto domingo e nosso pastor contou uma história que me fez pensar…

Vamos supor que vc esta andando pela igreja e você vê que o extintor de incêndio está mal colocado. Aí você pensa, nossa ninguém viu isso!? Pode cair e machucar alguém… Imagina a tragédia…

Mas, ao invés de você passar a informação a diante, você segue seu caminho e vai embora…

E semana seguinte quando você chega ao culto você fica sabendo que o extintor caiu no pé de alguém e a pessoa acabou com uma fratura.

Bem, diante de tudo isso de quem é a culpa?

Sua? Que viu e não passou pra ninguém a informação, por que afinal de contas você não trabalha na manutenção da igreja.

Do pessoal da manutenção?

Ou da pessoa que tava passando perto do extintor e nem prestou atenção que ele tava caindo?

Essa é uma história fictícia, mas que em minha opinião podia acontecer com qualquer um de nós…

E qual será que é a situação que está acontecendo hoje mesmo e podemos nos identificar dessa mesma forma?

Muitos de nós ( eu inclusive ) as vezes vemos situações ocorrendo a nossa volta no trabalho, na faculdade, na igreja, na sociedade e pensamos: “Bom, isso não é problema meu… isso é culpa do governo, da pessoa do outro departamento, do meu colega de grupo” e assim vai! As situações acabam virando uma grande bola de neve e um problema que era um probleminha acaba se tornando um problemão!

Não estou falando para assumirmos a responsabilidade alheia, teve uma época da minha vida que eu era ótima em fazer isso: assumir o mico alheio. Mas as vezes as situações precisam apenas que alguem tome a frente e organize a situação.

O vídeo abaixo faz com que a gente medite um pouquinho sobre esse assunto.

E pra encerrar deixo uma frase:

A responsabilidade do problema é daquele que o vê.

Se estamos vendo que algo precisa ser melhorado, que uma atitude precisa ser tomada, que alguém precisa de ajuda. Creio que podemos dar o primeiro passo! Não que dessa forma a gente vá conseguir mudar o mundo, mas assim como uma gota de óleo consegue contaminar uma quantidade absurda de água, uma atitude positiva fazer uma grande diferença!

E com tudo isso não tem como não tocar no assunto da Campanha de Natal da Ibab, que dentre outras ações está com a Campanha Sangue pela Vida (uma bolsa de sangue pode salvar 3 vidas!) e do Cadastro para doação de medula.

Informe-se no site http://www.avidavalemais.com.br/ e vamos tentar todos fazer a nossa parte!

Com carinho

Que Deus abençoe a todos

Júlia

A Vida Vale Mais

Antes do Lucas dar continuidade aos posts sobre relacionamento, vou interromper um pouco e falar sobre a Campanha de Natal da nossa igreja – a Ibab.

As Campanhas de Natal fazem parte da vida da Ibab desde 2002. Este é um tempo quando nossa comunidade reafirma a sua visão e compromisso de servir a Cristo servindo pessoas, por meio das ONGs parceiras da Rede Ibab Solidária, para glória de Deus.

Neste ano de 2010, a Ibab apoiará 30 organizações e projetos sociais, que encaminharam suas necessidades e desafios, e que assumem o compromisso de oferecer continuidade e qualidade nos serviços prestados às crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos, famílias e gestantes. As doações arrecadadas durante a campanha serão encaminhadas as instiuições mensalmente durante todo o ano de 2011.

No site http://www.avidavalemais.com.br você encontra informações detalhadas a respeito dos desafios e das ações que mobilizarão a Ibab nesses meses de outubro, novembro e dezembro.

Seja um voluntário! Aproveite essas informações para saber mais a respeito de como participar. Chegue mais perto das organizações, identifique uma organização próxima a você, disponibilize suas habilidades, seu tempo e seus recursos. Doe e doe-se!

Ore pela campanha, pelas organizações parcerias, seus funcionários e voluntários, e também pelas pessoas e famílias atendidas diariamente em cada projeto. Ore pela Ibab, pela mobilização de todos, para que cresça em todos nós um coração comprometido com a vida: a vida vale mais!

Para complementar gostaria de deixar uma frase que o Pastor Ed disse hoje na pregação:

Somos próximos daqueles que nos fazemos próximos

Que Deus abençoe a todos!

Júlia

 

%d blogueiros gostam disto: