Fugir nem sempre é ser covarde!

Esta semana comecei um devocional diferente do que costumo fazer. Escolhi um personagem bíblico com o qual me identifico ou tenho curiosidade em saber a respeito. E o escolhido foi José (do Egito).

Confesso que já li sua história por umas três vezes, mas dessa vez resolvi em meu coração, que leria novamente e a terminaria com grandes descobertas e ensinamentos de Deus para a minha vida. E de fato foi o que aconteceu, hoje quero compartilhar apenas uma parte das muitas lições que temos neste texto fascinante.

Hoje quero falar sobre a Ação de José em rejeitar a mulher de Potifar e o que essa ação lhe causou.

Mas ele se recusou e lhe disse: “Meu senhor não se preocupa com coisa alguma de sua casa, e tudo o que tem deixou aos meus cuidados. Ninguém desta casa está acima de mim. Ele nada me negou, a não ser a senhora, porque é a mulher dele. Como poderia eu, então, cometer algo tão perverso e pecar contra Deus? ” … Ela o agarrou pelo manto e voltou a convidá-lo: “Vamos, deite-se comigo! ” Mas ele fugiu da casa, deixando o manto na mão dela. (Gen 8:9 e 12)

Quando assediado pela mulher, José recusou a proposta com a declaração de que jamais poderia fazer uma coisa tão perversa e assim pecar contra Deus!

Se pensarmos como o mundo pensa, José tinha nessa mulher “boas” oportunidades de sucesso, afinal ela era a mulher de um dos homens mais poderosos do Palácio. E em contrapartida, rejeitá-la também poderia lhe trazer alguns problemas.

Pois bem, o que acho lindo é que a bíblia fala que José fugiu da presença daquela mulher, para não pecar contra Deus. E se analisarmos, nos encontramos em situações muito parecidas em nossas vidas, diariamente! Temos sempre um pecado querendo nos envolver, nos trazer “benefícios” temporários, ou nos mostrar o quanto seremos “prejudicados” se não o aceitarmos em nossas vidas.

E José, sem se prender ao que poderia ganhar ou perder só pensou em uma coisa: não pecar contra Deus! O Temor (obediência) dele a Deus era o que o fazia fugir de tudo aquilo que poderia ir contra a vontade do seu Senhor. Uma observação importante á ser feita é que a pena egípcia para a tentativa de estupro de uma mulher casada era a morte.Ou seja, José estava disposto á morrer se fosse preciso para odebecer a lei do Deus de seus pais, tamanha era a sua confiança no Deus que havia lhe deu um sonho que sua fé era inabalável. E é o que temos que buscar para as nossas vidas hoje! Assim como José, eu não quero pensar em outra coisa a não ser fugir para Deus quando a tentação vier. Não quero pensar na minha necessidade, não quero pensar no que eu posso ganhar e nem no que eu posso perder. Eu quero apenas fugir para os braços de Deus, pois lá eu encontro refúgio e fortaleza para enfrentar qualquer situação.

Então por amor, obediência e temor, José optou por agradar a Deus. Sua ação o levou a um destino: o cárcere! Veja você que ironia, da obediência à prisão. E isso acontece conosco. Por quantas vezes fugimos do pecado e somos jogados em “cárceres” pela sociedade, alguns pelos familiares e amigos? Por fugir dos padrões deste mundo muitas vezes pagamos um alto preço. José era para ter sido morto mas foi apenas preso, mostrando o plano soberano de Deus e posteriormente EM sua libertação confirmou o CUIDADO de DEUS em sua vida. “Ele tem cuidado de vós” ainda que sejamos presos injustamente, condenados por um mundo sem regras, se você optar em ir na contramão de tudo para agradá-lo, esteja certo, Ele olhará por você!

Porém, MESMO DEUS sendo com José, não mudou instantaneamente sua condição de preso e condenado INJUSTAMENTE!

José nessa situação poderia muito bem reclamar, murmurar, cobrar de Deus “JUSTIÇA” diante daquela situação, mas ele não fez isso. Ele pagou o preço porque confiava nos planos de Deus para a sua vida. Sabia que por mais que a situação mostrasse o contrário, Deus estava no controle e que cedo ou tarde o tiraria dali, e foi o que aconteceu. Dois anos depois José saiu da prisão. José estava longe de casa, longe de seus pais , mas não longe de Deus.

O mais intrigante na historia de José, era justamente sua visão de fé, pois ele conseguia enxergar em absolutamente TUDO um plano maior, ele entendeu sua identidade espiritual, pois sabia que lá na frente Deus irá usá-lo para salvar a descendência de Israel, e assim dar continuidade ao povo de Deus. Ele dependia de Deus, confiava plenamente nos seus propósitos e depositava toda sua esperança Nele.

Para José, Deus não era simplesmente um “bombeiro” que corre só para apagar o fogo dos problemas, mas um amigo de todas as horas. José creu que o cárcere era apenas uma parte do plano de Deus e não a conclusão, era um degrau para o palácio. E por isso, por sua obediência, confiança, Deus pode terminar a grande obra que tinha pra fazer em sua vida.

Queridos, que a história linda de José nos desafie a agradarmos e obedecermos a Deus em qualquer circunstância. Confiarmos que as promessas de Deus irão se cumprir em nossas vidas no tempo determinado. Aprender que temos que fugir do pecado, ainda que isso nos resulte em um cárcere (temporário). Mesmo que para isso seja necessário perder alguma coisa. Que José nos ensine que podemos estar longe de casa, longe das pessoas que amamos, mas nunca podemos estar longe de Deus. E que podemos estar num palácio reinando ou num cárcere preso, Deus sempre estará trabalhando em nossas vidas, afim de nos fazer bem.

Com amor,

Natália.

Via: Bom dia Pai

Anúncios

Sobre Sinal do Reino
Um blog que traz mensagens diárias do cotidiano da vida cristã, feito por cristãos como qualquer outro. Não somos pastores, nem teólogos, muito menos apóstolos, profetas ou seja lá o que for. Somos almas sobreviventes que teimam em seguir a Cristo apesar da igreja e este blog traz uma pouco dos nossos pensamentos e histórias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: