Lidando com sentimentos

Estou lendo um livro chamado “Princípios de Relacionamento de Jesus” do Tom Holladay, publicado pela editora Vida, recomendo totalmente, muito bom!

Merchan a parte (rsrsrs), em um dos capítulos me deparei com as seguintes frases que fiquei pensando a respeito:

“Os sentimentos invariavelmente se tornam mais fortes por que não lidamos com eles”

“Se um relacionamento não vai bem, dê prioridade a ele”

E me ocorreu que, por exemplo: se um carro está com problema em um item se quer, esse defeito prejudica o bom andamento do veículo inteiro… Se não ocorre no início, com o passar do tempo o defeito vira uma espécie de efeito dominó. E acredito que dessa mesma forma também funciona o ser humano.

Não estou me referindo ao funcionamento do nosso corpo, mas sim do funcionamento da nossa vida, creio que nossa vida, só é do jeito que é por conta dos relacionamentos! Pense comigo, imagina se você vivesse numa ilha deserta, totalmente sozinho!? Imaginou? Então, nesse quadro tenho certeza que você não teria 5% das coisas que te deixam felizes no dia a dia (concordo que também não teria os problemas, mas como já falei aqui os problemas que nos fazem crescer! rs). Logo, podemos concluir que o ser humano é formado essencialmente pelos seus relacionamentos, tudo o que somos ou pensamos é um pouquinho de cada pessoa que passou pela nossa vida ao longo dos anos.

Diante de tudo isso, peço pra você que analise sua vida no momento, como andam seus relacionamentos? Será que existe algum que está apresentando algum tipo de “problema técnico”e está afetando o bom andamento de toda a sua vida? Será que isso não está gerando em seu coração um turbilhão de sentimentos que estão lá praticamente como uma bomba relógio que a qualquer minuto pode explodir? Será que não está na hora de chamar alguém pra conversar e colocar os pingos no is?

Concordo que em alguns momentos, não conseguimos chamar aquela pessoa que nos magoou pra conversar, cada um tem seus motivos, mas nesses casos, será que não é possível conversar com Quem está sempre disponível? E pedir que nos ajude a lidar com o que está se passando no nosso coração?

Existe aquela expressão “Tapar o sol com a peneira”, e acredito que quando fingimos que um sentimento não está lá, estamos fazendo exatamente isso… Por que infelizmente os sentimentos não somem por conta disso, mas eles continuam lá fermentando, como eu disse mais acima, exatamente como uma bomba relógio, que pode acabar explodindo no momento mais impróprio!

Pegue como exemplo um furo numa roupa, se você costurar logo que ele apareceu, a costura vai ser simples e depois de arrumado nem vai parecer que esteve lá alguma vez. Mas se você vai deixando pra lá, o furo vai aumentando e aumentando e quando você for olhar de novo, muitas vezes a roupa já é um caso perdido! Se você for arrumar vai dar um trabalhão e é capaz que fique com a maior cara de retalho!

Portanto, não deixe nada pra depois, se precisa resolver algo, resolva logo!

Deus abençoe vcs!

Júlia

Anúncios

Sobre Júlia Lainetti
:)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: