O elogio de Deus

Que tipo de elogio você gostaria de receber de Deus? Com certeza os melhores elogios, não é? Agora, na realidade, considerando sua vida real hoje, acha que Deus teria algum elogio a fazer a seu respeito, ou não? Dúvida cruel, não é? Há muitos anos atrás existiu um homem que foi elogiado por Deus. Deus o elogiou destacando três características de sua vida: “Perguntou ainda o SENHOR a Satanás: Observaste o meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desvia do mal.” (Jó 1. 8 )

A questão que quero propor a todos nós é: por que Deus destacou estas três características e não outras? Creio que elas sejam um ideal de Deus para [todos] nós. Note que ao se referir a Jó, Deus disse: “Porque ninguém há na terra semelhante a ele”. Esse imponente elogio de Deus tem como pano de fundo as características que Ele destacou. Foi a presença destas características na vida de Jó que agradou a Deus. Assim sendo, são estas características que precisamos aprender a cultivar em nós, pois são do agrado de Deus. Vamos examinar cada uma delas um pouco melhor:

Quando Deus disse que Jó era integro e reto, estava falando de seu caráter aprovado. Jó era praticante das melhores virtudes e não somente alguém teórico. Não era um perfeito, mas era alguém que se esforçava para andar na direção que Deus lhe dava. Examinava as virtudes, meditava nelas e as colocava em pratica em sua própria vida. Algumas das características que fazem alguém ser reto e integro são a verdade, a justiça, a honestidade, o compromisso, a fidelidade, a paciência, etc. Por se esforçar em cultivar uma vida integra e reta, Jó agradou a Deus e recebeu um lindo elogio.

Quando Deus disse que Jó era temente, estava falando de sua fé. Não há como temer a Deus sem ter uma fé fervorosa Nele. Só teme a Deus aquele que crê Nele, aquele que O ama, que O respeita, que O reverencia, que O glorifica de todo coração, que depende Dele, que se entrega totalmente… Isso é um pouco do que é temer! Por isso o temor agrada a Deus. A sua criação se relacionando com Ele da forma como tem que ser.

Quando Deus disse que Jó se desviava do mal, estava falando de sua fidelidade. Deus não aceita que sirvamos a dois senhores. Deus é um Deus de aliança, uma aliança que não admite traições. Os retos e tementes a Deus também são tentados à infidelidade. O maligno também lhes oferece atalhos. Jó, porém, sabia identificar atalhos e andar na retidão do caminho de Deus, por mais difícil que fosse. Vencia seus desejos carnais, lutava contras as investidas do maligno…se desviava do mal. Quando honramos o compromisso que temos com Deus Ele se agrada de nós.

Os elogios de Deus a Jó representam para nós uma oportunidade de conhecermos aquilo que agrada a Deus. Sabendo disso, cada um de nós tem a oportunidade de se empenhar, para que, um dia [e que seja logo], Deus também abra a Sua boca e dela saia elogios celestiais, não para nosso orgulho, mas para a nossa mais profunda alegria e louvor no Senhor!

André Sanchez

Via: Esboçando Idéias 

Anúncios

Sobre Sinal do Reino
Um blog que traz mensagens diárias do cotidiano da vida cristã, feito por cristãos como qualquer outro. Não somos pastores, nem teólogos, muito menos apóstolos, profetas ou seja lá o que for. Somos almas sobreviventes que teimam em seguir a Cristo apesar da igreja e este blog traz uma pouco dos nossos pensamentos e histórias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: