Como sei que ele é o homem da minha vida?

Este texto também foi escrito especialmente para o blog do meu amigo Felipe Mastrillo a pedido dele e estou publicando aqui também, esse semana ele está publicando uma série especial com diversos outros autores e vale a pena dar uma conferida lá http://mastrillo.blogspot.com/ . Parabéns pela iniciativa Felipe.

Quando recebi a incumbência de escrever esse post confesso que fiquei um pouco ressabiada, pois olho para o meu marido e ao mesmo tempo que o acho uma pessoa maravilhosa e perfeita pra mim, eu fico pensando: O que foi que me fez ter certeza que era com ele que eu queria passar o resto da minha vida?

Antes de chegar nessa parte vou contar um pouco de mim: apesar de ter casado cedo (ca sei com 19 anos e começamos a namorar quando eu tinha 16), eu não nasci na igreja e ele não foi meu primeiro namorado. Eu ia a igreja desde cedo com o meu pai (meus pais são separados), mas só resolvi ir por conta própria e me converti quando eu tinha 15 anos, antes disso, como dizem era um pé na igreja e um pé no mundo rsrs. Ficava com um menino aqui outro ali e devido minha experiência familiar não tinha o sonho de me casar.

Mas tudo mudou quando eu me converti, devido a problemas que eu estava passando numa conversa com uma amiga “crente” vi que o jeito que eu estava levando minha vida não ia me levar a lugar algum, e resolvi mudar de estratégia, ao ver como ela aparentava ser feliz, falei quem sabe eu não posso ser feliz também? E foi assim que dei meu primeiro passo rumo a Jesus.

Quando tinha mais ou menos um ano de igreja, meu pai resolveu mudar de igreja e ir para outra da mesma denominação mas mais perto de casa, no começo não gostei nada da idéia, mas não havia nada que eu pudesse fazer.

Lembro-me que em uma quarta feira fui conhecer a nova igreja com meu pai e quando cheguei lá deparei-me com um moço muito bonito e virei pro meu irmão (SIM pro meu irmão, a emoção era tanta que precisava falar para alguém!!) e disse: “Que moço bonitinho!” e durante o culto fiquei reparando nele e vi o quanto ele ajudava na igreja, ajudava as pessoas e etc. Mas devido ao meu passado, não queria me envolver com ninguém e guardei isso pra mim.

Com o tempo fui me enturmando na igreja e esse moço bonito era amigo de umas amigas minhas. Vira e mexe quando ele se aproximava enquanto eu conversava com elas eu dava um jeito de sair de perto, por que eu sempre falava pra Deus que apesar de achá-lo bonito e aparentemente ele ser uma boa pessoa eu não queria saber de menino nenhum.

Mas o tempo passou e um dia ele me botou na parede, disse que como eu não dava espaço para sermos amigos, que ele queria então ser meu namorado! Disse que também não podia ser assim, e começamos a conversar.

E aí vem a pergunta que não quer calar, como eu tive a certeza que era com ele que eu deveria casar?

Primeiro de tudo, acredito que para nós que somos cristãos o namoro não é uma fase de experiência para ver SE eu quero casar. Quando se começa a namorar já se deve ter na cabeça que a consequência do namoro É o casamento. E cristão não namora pra passar tempo, mas cristão namora com o alvo de casar.

Então antes de pensar em namorar, converse, não seja tímida como eu fui no começo, e seja amiga da pessoa, cúmplice, companheira e veja se essa recíproca é verdadeira, por que uma coisa que sempre digo é: antes de qualquer coisa o Lucas é meu melhor amigo, companheiro, com ele posso falar sobre tudo! Por que minha gente, pro resto da vida é muito tempo, não dá pra viver com uma pessoa sem poder 100% você com ela. E durante essa conversa estejam em oração, pedindo que Deus esteja a frente desse relacionamento a fim de que através dele vocês estejam cada dia mais perto Dele.

Pronto, já conversou e orou e viu que vocês combinam no modo de pensar e tudo mais, que ele é uma pessoa agradável com quem você gosta de estar, o que mais você deve prestar atenção?

Sem dúvida alguma é: Quem ou O que está em primeiro lugar na vida dele?
Sei que parece besteira eu falar isso, mas não é, por que via de regra a partir do momento que uma pessoa se diz cristã, Cristo deveria estar em primeiro lugar na vida dela. Mas infelizmente sabemos que não é assim, e só conseguimos ver quem está de fato em primeiro lugar através das atitudes da pessoa. E dependendo de quem ou que estiver em primeiro lugar isso pode ser um julgo desigual que ao invés do namorado te ajudar, e juntos vocês crescerem diante de Deus, vocês viveram em constante pé de guerra.

Ai alguém diz, ah meu namorado não é cristão mas com o tempo ele pode se converter… Olha dentre vários casos que já conheci e ouvi falar de casais que um era cristão e o outro não, sem dúvida alguma é excessão os casos em que o não se converte e “são felizes para sempre”, não estou falando que é impossível, mas é excessão. E quando isso não acontece, com o tempo a pessoa fica tão envolvida que o terminar o relacionamento já não é mais cogitado e com o tempo isso pode ser muito ruim, pois este julgo desigual vai estar presente na maneira como a pessoa trata o cônjuge, como encara as situações da vida e como pensa em educar os filhos.

Outro ponto que julgo importante é observar como a pessoa trata a você e aos outros. Pois a pessoa pode ser até cristão mas pode não ter maturidade para estar em relacionamentos, se a pessoa não sabe respeitar ao próximo (esse opróximo inclui a família), se colocar no lugar do outro, se envolver com a comunidade, ela pode até ter aceitado Jesus, mas com certeza não está preparado para aceitar o desafio de estar em um namoro sério pautado nos preceitos de Deus.

Uma coisa que acabei não mencionando antes mas que julgo muito importante é o respeito aos pais, hoje em dia é moderno ser dono do próprio nariz, fazer as coisas por conta própria e etc, mas não podemos ser como o mundo é, devemos respeitar nossos pais e principalmente nesse assunto colocá-los a par da situação, pedindo conselhos e observando qual a opinião deles, caso a resposta seja negativa, acho bom repensar, por que tenho em mente que quando ocorre o casamento, uma nova família nasce dentro de duas outras, e não uma nova família sai de uma das famílias ou sai das duas!! O desejo de Deus para nós é a união e não a separação.

Creio que outra opinião que devemos levar em consideração é a do pastor. Não acho que ele tenha o direito de mandar ou desmandar na vida dos membros, dizendo quem deve namorar com quem ou coisas assim, definitivamente autoritarismo não combina com cristianismo, mas o pastor muitas vezes tem uma perspectiva que nós não temos por estar observando a igreja de outro ângulo, então creio que sem dúvida é uma opinião que não podemos deixar de lado.

Para completar gostaria de deixar um conselho, não me lembro se foi antes de me casar ou logo que me casei, li um devocional na Bíblia da mulher que inclusive coloquei no blog, que fala sobre como deve ser um relacionamento, pois por mais que as pessoas se deem bem, sempre existiram diferenças, e o grande segredo sabe qual é? Os dois viverem um para o outro e os ambos para Deus, se ambos colocarem como alvo satisfazer as necessidades do outro, ambos sairam felizes, pois ambos estaram satisfeitos.

Bom, o post ficou comprido mas foi de coração, espero ter ajudado!! rs

Deus abençoe a todos

Com carinho

Júlia

Anúncios

Sobre Júlia Lainetti
:)

2 Responses to Como sei que ele é o homem da minha vida?

  1. Vanessa Kelly says:

    Amei o artigo e estou de acordo com tudo o que foi escrito, embora comigo não tenha acontecido dessa maneira. Sou cristã desde os 9 anos de idade, me casei com uma pessoa cristã o qual o relacionamento não deu certo e hoje estou casada há cinco anos com o Hélio e qdo o conheci ele ainda não era membro da igreja, mas depois de algum tempo, Deus completou a obra e faz três meses que ele se batizou. Enfim, até que a obra fosse concretizada, passamos por muitas provações. Mas Deus se fez presente e nos deu a vitória! Bjs

  2. Haianne says:

    Olá Júlia, AMEI esse seu post e o do seu marido “Como seu que ela é a mulher da minha vida”.
    Por isso postei o texto de voces no meu blog…Coloquei a referencia do site de vocês no final. Pois assim esse texto de vocês continuará edificando o Reino de Deus.
    Beijos, irmã em Cristo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: