Como utilizar a Bíblia

Este post é continuação de “Se não existisse a Biblia a Palavra de Deus sumiria?” publicado ontem

2 – Ela não é um relato 100% acurado cientificamente

Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, (2 Timóteo 3:16)

Cansei de ver discussões intermináveis em fóruns de dúvidas bíblicas sobre coisas do tipo se Deus utilizou 168 horas (7 dias corridos) para criar o planeta todo, ou sobre a existência de dinossauros ou gigantes. De um lado são os cristãos fundamentalistas parecendo crianças tentando colocar um cubo dentro de um buraco no formato de circulo do outro são os ateus minimalistas que não arredam o pé se apegando a detalhes ínfimos da narrativa bíblica para afirmar que provas cientificas dizem que não foi assim logo todo o texto bíblico está invalidado.

Ilustração de Carlos Ruas (contém cenas escandalizáveis rs)

Só para constar, eu sou cristão convicto sem nenhuma sombra de dúvida das verdades bíblicas mas não é por isso que eu vou defender com unhas e dentes a literalidade do Gênesis. Eu mesmo não creio assim, não imagino que Deus tenha falado “porco!” e apareceu um porco ali no matinho, aí Ele diz “galinha!” e “póóóóó!” aparece uma galinha do nada (e mata o porco do coração).

No entanto creio que seria no mínimo estranho se quando Deus estava com Moisés no monte contando para ele sobre a criação e tentasse explicar para ele sobre DNA, genética, física quântica e essas coisas “fáceis” de entender. Imagine você por exemplo tentando explicar para uma criança de 4 anos a pergunta dela de “Por que a Lua não cai do céu?”, você iria tentar explicar para ela sobre gravidade, centro gravitacional e como isso gera uma órbita no espaço ou acharia mais adequado dizer que era por que ela ta bem pregadinha no céu? Pois é, imagine a situação de Deus tentando explicar tudo sobre tudo pra um cara que acabou de ver a agricultura como última novidade tecnológica, difícil né?

Como Paulo relata em 2 Timóteo, a Bíblia é para ensino, repreensão, correção e instrução na justiça. Em outras palavras, ela contém sabedoria e esta deve ser interpretada e contextualizada em nossas vidas, as histórias relatadas devem nos servir de base para aprender com as experiências dos nossos antecessores e adquirirmos uma consciência bíblica para nos levar a pensar conforme a vontade de Deus, a Bíblia não é um sistema lógico do tipo “se acontecer isso faça aquilo” e muito menos um relato preciso de fatos científicos (muito menos de genética). As Escrituras nos contam os perigos, dificuldades, conquistas e derrotas de pessoas que tinha um relacionamento íntimo com Deus, devemos usar isso para basear nossas experiências na nossa busca de relacionamento particular com Ele e não ficar preocupado com quantos anos a Terra tem ou se Golias tinha 2,17 m ou 3m, isso pouco importa em uma história contando a vida de Davi que confiou tanto em Deus e foi às ultimas consequências para defender seus ideais.

3 – Ela não é absoluta, somente Deus é absoluto.

Continua no próximo post … hehe

Que Deus abençoe

Lucas Lainetti

Anúncios

Sobre Lucas Lainetti
Cristão teimoso em continuar seguindo Ele apesar da igreja rs, sobrevivente de evangelho pós moderno. Não sou teólogo, nem pastor, também não recebi nenhuma unção especial me tornando acima de alguém. Ás vezes sou um trabalhador ás vezes sou só um cidadão, ora amigo na alegria ora irmão na angústia, marido sempre feliz e orgulhoso da esposa. Mas em todo o tempo eu sou cristão tentando ser um sinal do reino fora do templo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: