Não durma no ponto!!!

“Portanto, vigiem, porque vocês não sabem o dia nem a hora! ” (Mateus 25:13)

Mateus 25 1-13 relata Jesus contando a parábola das 10 virgens, 5 prudentes e 5 insensatas. Tradicionalmente (pelo menos 102% das vezes que eu ouvi essa passagem em uma pregação) ela é usada para falar a respeito dos últimos dias, arrebatamento e essas coisas, mas eu estava pensando esses dias sobre essa passagem e percebi uma coisa, essa parábola está contextualizada na explicação de uma pequena pergunta dos discípulos: “Dize-nos, quando acontecerão essas coisas? E qual será o sinal da tua vinda e do fim dos tempos? ” (Mateus 24:3)  Ele gasta uma vasta explicação e usa 3 parábolas inteiras para responder a essa pergunta. Será que Ele gastaria tudo isso para deixar uma mensagem apenas para implantar medo no coração de alguns? (desculpem os legalistas mas lendo isso eu lembro de pregações do tipo “se você pecar no último segundo você vai pro inferno” como se alguém conseguisse ser perfeito).

 

Aprendi que as parábolas de Jesus contém uma profundidade imensa e pode-se tirar várias lições delas, não creio mais que essas parábolas queriam pregar condenação ao inferno àquele que deslizou no último momento de vida, isso vai contra a graça divina e transformaria a salvação em uma loteria espiritual (se você morrer num dia que está bem com Deus se deu bem, mas se for num dia de deslize já era). Parei um pouco para tentar reconstruir a imagem desse texto na minha mente, derrubar alguns restos da teologia legalista que ainda resta na minha mente e reconstruir pela ótica da graça de Jesus.

 

Hoje eu entendo que o chamado a ser cristão não é apenas um chamado a santidade, vai além disso, somos chamados a ser “sal da terra”, “luz do mundo”, não temos que nos enfiar em uma bolha esperando que tudo se resolva milagrosamente, se assim o fosse não seria necessário uma segunda vinda do Messias, Ele já resolveria tudo de uma vez só! Ele veio e nos deixou uma missão para colaborar com o Reino de Deus aqui na terra até Sua volta. O “sal”, usado como analogia, não era somente uma questão de dar gosto aos alimentos, era questão de sobrevivência humana para aquela época e da mesma maneira Jesus queria dizer que nós, os cristãos, temos que agir em prol da sobrevivência do mundo para que ele não seja completamente consumido pela maldade. Sal da terra na terra, luz do mundo no mundo.

 

“Eu os estou enviando como ovelhas entre lobos. Portanto, sejam prudentes como as serpentes e simples como as pombas.” (Mateus 10:16)

 

Agora entendo que a parábola das virgens era um alerta para não nos enfiarmos na “bolha” e encararmos nossa missão de sinalizar o Reino, não podemos “dormir no ponto”, temos que prestar atenção o que acontece a nossa volta e reagir conforme a vontade de Deus, sinalizar o Reino além do templo, culto, clero e domingo. Temos que ser agentes transformadores da sociedade através de nossas atividades “seculares” também, permear os valores cristãos em todas nossas atitudes. Ao contrário da religiosidade, nossa missão não é impor padrões morais aos outros e sim transparecer valores cristãos em nossas atitudes, a luz do mundo emana de dentro para fora sinalizando o Reino.

 

Ok, mas por que eu tô falando isso?

 

Durante os últimos meses vi uma mobilização colossal das comunidades evangélicas em prol de seu candidatos, algumas “igrejas” simplesmente pararam suas atividades para fazer de suas celebrações propagandas políticas, evangelistas viraram cabos eleitorais tudo isso para fazer a cabeça de alguns e disseminar ideais políticos. Independente dos métodos utilizados, dos quais eu não concordo, há uma verdadeira mobilização de massa em prol de um ideal. Agora eu me pergunto por que os evangélicos não fazem essa mesma mobilização de massa para defender os valores que pregamos como ideais? Já pensou uma mobilização em massa em defesa da ética na política e nas relações comerciais? Ou pressionando o Estado a dar mais atenção aos necessitados a tanto tempo “esquecidos” para que as verbas sejam desviadas para a corrupção? (comentário: engraçado defenderem a volta da CPMF para investir na saúde pública enquanto ninguém fala dos deputados que desviam verbas da saúde para pagar plástica para suas amantes).

 

Não somente os cristãos, mas eu creio que toda a sociedade adormece inerte e não sabe o poder de pressão que tem sobre os políticos, estamos agindo como as viúvas insensatas, deixamos as coisas acontecerem debaixo do nosso nariz e só reagimos quando já é tarde demais e só nos resta chorar. Temos que que despertar e sermos prudentes, sinalizar o Reino a todo tempo e em tudo o que fazemos, não podemos dormir no ponto.

Que Deus abençoe (e nos ajude rs)

Lucas Lainetti

 

Vídeos Bônus

 

He he esse texto começou  quando me deparei com esses vídeos abaixo, vi que muitas coisas acontecem bem de baixo do nosso nariz e não nos damos conta dos fatos, no final do ano passado, época de natal ninguém presta muita atenção no  que o governo faz, foi então que o presidente voltou às pressas de uma conferência para assinar o PNDH3 e isso gerou um certo burburinho na imprensa, aí é claro que o presidente alegou que não sabia de nada e assinou tudo sem ler, passou um tempo, aproveitou-se a Copa para abafar o caso e fazer tudo cair no esquecimento e ninguém lembra de mais nada quando chegam as eleições. PNDH3  significa Plano Nacional de Direitos Humanos versão 3, veja abaixo alguns vídeos com opiniões de jornalistas, juristas, políticos e religiosos sobre as propostas desse plano:

 

 

 

 

Anúncios

Sobre Lucas Lainetti
Cristão teimoso em continuar seguindo Ele apesar da igreja rs, sobrevivente de evangelho pós moderno. Não sou teólogo, nem pastor, também não recebi nenhuma unção especial me tornando acima de alguém. Ás vezes sou um trabalhador ás vezes sou só um cidadão, ora amigo na alegria ora irmão na angústia, marido sempre feliz e orgulhoso da esposa. Mas em todo o tempo eu sou cristão tentando ser um sinal do reino fora do templo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: