Pessoas precisam de Deus. Pessoas precisam de pessoas.

As duas afirmações: “pessoas precisam de Deus” e “pessoas precisam de pessoas” são igualmente verdadeiras e indissociáveis.

Isso está demonstrado em toda a Bíblia. Moisés e Arão, Josué e Calebe, Davi e Jônatas são exemplos de relacionamentos de profunda amizade e espiritualidade.

O sábio Salomão afirmou: É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas. Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se! E se dois dormirem juntos, vão manter-se aquecidos. Como, porém, manter-se aquecido sozinho? Um homem sozinho pode ser vencido, mas dois conseguem defender-se. Um cordão de três dobras não se rompe com facilidade.  Eclesiastes 4.9-12

Considerando que somente o ser humano foi criado à imagem e semelhança de Deus, uma pessoa sozinha tem apenas a si mesma como referência do divino. E quem tem apenas a si mesmo como referência do divino está a um passo de se confundir com o divino. E quem se confunde com o divino está a um passo de se tornar um demônio.

A melhor definição que encontro para demônio ou diabo é “ego absoluto”. Egos absolutos não podem ser contrariados, questionados, criticados, corrigidos, advertidos ou minimamente confrontados com suas faltas, imperfeições, incoerências e pecados.

Pessoas que não enxergam nada além de si mesmas estão demonizadas. Aqueles que não valorizam nada além de si mesmos tornam-se diabólicos. O diabo é isso, um ego absoluto. Acredita que todo o universo deve existir ao seu redor e para o seu benefício. Olha para todos os outros seres como quem diz: “A única razão para você existir é fazer a minha vida melhor. Atender meus desejos, fazer minhas vontades, me fazer feliz”.

Egos absolutos caminham para a mais tenebrosa solidão. Pelo caminho do egoísmo e do egocentrismo vão aniquilando e descartando pessoas, até que ficam ilhados em si mesmos, presos no circulo estreito de seus próprios pensamentos e desejos mesquinhos. O inferno pode ser descrito assim: confinamento do eu em si mesmo.

Essa mensagem foi extraída do estudo “Vinho novo, Odres novos – 9” do Pr. Ed René Kivitz de 16/05/2010.

Fonte: (http://www.ibab.com.br/guiasdeestudo/vinho_novo_odres_novos-09.pdf)

Anúncios

Sobre Sinal do Reino
Um blog que traz mensagens diárias do cotidiano da vida cristã, feito por cristãos como qualquer outro. Não somos pastores, nem teólogos, muito menos apóstolos, profetas ou seja lá o que for. Somos almas sobreviventes que teimam em seguir a Cristo apesar da igreja e este blog traz uma pouco dos nossos pensamentos e histórias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: